PreserveAssim.org na rádio Oceânica FM

Programa "Consciência Ambiental", da rádio Oceânica FM 105.9

Na 3a feira 1 de Maio, entre às 20h e 21h, integrantes do PreserveAssim estarão no programa “Consciência Ambiental”, da rádio Oceânica FM 105.9. A rádio é disponível na Região Oceânica de Niterói ou via internet em http://j.mp/oceanica1059. O telefone da rádio é 21.2609.4668 e os ouvintes podem participar, contribuir com informações ou enviar perguntas!

Abaixo-assinado sobre a operação Bota-Fora (para circulação impressa)

(Para assinar virtualmente utilize nossa página de assinaturas online)

Quer ajudar? Você conhece algum estabelecimento (academia, escola ou loja) que esteja disposto a cooperar na coleção de assinaturas? Imprima quantas cópias do documento julgar necessário e entregue no estabelecimento (de preferência com uma caneta e montado em uma pranchinha de anotações):

Poster e capa da Petição (para display nos pontos de coleta de assinaturas)

Abaixo-Assinado sobre a operação Bota-Fora (para circulação impressa)

Passe lá semanalmente para colher as assinaturas e, quando juntar umas 3 ou 4 páginas, entre em contato conosco (info [arroba] preserveassim.org) para que possamos recolher as assinaturas que você agregou.

Obrigado!

ITACOATIARA SOS DE MÃOS DADAS PELO MEIO AMBIENTE!

Nesse Sábado, 14 de abril:

ITACOATIARA SOS DE MÃOS DADAS PELO MEIO AMBIENTE!

Asine a petição sobre o bota-fora (dragagem da Baía de Guanabara)

Porque tantas embarcações e plataformas em frente às praias da região oceânica de Niterói?

Porque tantas embarcações e plataformas em frente às praias da região oceânica de Niterói?

Para quem não entende os navios parados em frente à nossa Itacoatiara (e outras praias da região), saiu dia 24 no Globo uma explicação oficial.  “As embarcações de grande porte costumam ancorar numa das 15 áreas de fundeio da Baía de Guanabara (…) E há ainda as que ficam do lado de fora da Baía, aguardando instruções de suas empresas ou autorização da Capitania dos Portos para entrar.” Além disso, é razoável concluir que algumas embarcações estão esperando para ir à Bacia de Campos entrar em ação, mas ficam fora da baía porque é mais barato ficar fora da baía do que dentro da baía, onde o espaço é limitado. Aqui perto da entrada da baía também é mais barato para essas embarcações terem suprimentos trazidos à bordo e seu lixo levado para o continente.

Se você ler a reportagem, verá que não há menção de ambientalista algum preocupado com o impacto dessas embarcações no mar. Isso porque, fora a poluição visual, o impacto dessas embarcações no mar é mínimo – seu impacto maior é no ar (devido ao gases gerados pelos seus motores). Claro que sempre vaza um quantidade minúscula de óleo de uma ou outra embarcação, mas o ÓLEO, assim como a maioria dos outros dejetos, lodo e espuma de cores misteriosas, vistos na praia nos últimos meses parece ser resultante da operação bota-fora (dragagem) da Baia de Guanabara. Certamente não vêm desses navios, como se andou escutando por aí.

Assine a petição pela rigorosa fiscalização dessas embarcações e sobre o bota-fora (dragagem da Baía de Guanabara)!

Dia Mundial da Água

O Brasil pode ter uma abundância de água,
mas isso não justifica desperdício:
Pense global e aja local. Estamos todos num planeta só.

Clique na imagem para vê-la maior. Imprima e divulgue 🙂

Esse documento está disponível em versão para impressão aqui.

Educação Ambiental e Limpeza das Praias do Instituto Aqualung

Evento de Educação Ambiental e Limpeza das Praias do Instituto Aqualung

Clique na imagem para vê-la maior. Imprima e divulgue 🙂

Venha ajudar a tornar Itacoatiara mais linda (ainda)! Amanhã (Sábado) é o dia do evento de Educação Ambiental e Limpeza das Praias do Instituto Aqualung. Só no RJ são mais de 10 praias e Itacoatiara também estará participando!

Para participar do evento, basta comparecer! A concentração será na pracinha do MEIO de Itacoatiara, às 9:30 (a coleta começa às 10am). Serão fornecidos todos os itens necessários para a coleta e também alguns brindes. Para mais informações, envie uma mensagem para a coordenadora da ação em Itacoatiara, a Marta Visser.